logomarca
  • Você está em:
  • Página inicial »
  • Estudos »
  • Pronunciamento do Nosso Bispo Diocesano Miguel Uchoa | Janeiro 2016

Pronunciamento do Nosso Bispo Diocesano Miguel Uchoa | Janeiro 2016

imprimir tamanho da letra: A- normal A+

Pronunciamento do Bispo Miuel Uchoa | Igreja Anglicana no Brasil - Diocese de Recife

 
 
PRONUNCIAMENTO DO BISPO MIGUEL UCHOA
 
Esta semana foi um semana que ficará na história da Comunhão Anglicana. As 38 Províncias e mais a Igreja Anglicana da América do Norte representadas pelos seus bispo primazes e arcebispos decidiram por ampla maioria pela suspensão da TEC (Igreja Episcopal do Estados Unidos) de todas as instancias da Comunhão por um período de três anos. Durante esse período espera-se um retorno da mesma aos padrões da Teologia Cristã milenar que diz respeito ao casamento. Mas a pergunta é: O que acontecerá?
 
Claro que ninguém poderá prever, apesar de que a essa altura muitas especulações já estejam acontecendo em todo mundo. Muitos Bispos e lideranças que defendem a posição da TEC estão saindo em sua defesa, outros estão cautelosos e com  as “ suas barbas de molho” e outros, apesar de serem províncias parceiras da TEC, se mantem recolhidas e parece, estrategicamente mudas . Os Primazes da Comunhão, liderados por um Arcebispo de Cantuária que chamou o problema para si, parecem não estar dispostos a comprometer o ensino histórico da igreja e incluir uma agenda liberal  em sua caminhada.
 
Eu entendo que a Comunhão começou a dar um basta em algo que por mais de uma década vem danificando o tecido da Igreja, prejudicando seu avanço e maculando a sua doutrina e missão. O liberalismo teológico é refém do século e assim se compromete com ele em um jogo emocional onde poucos argumentos existem senão a solidariedade, as palavras retiradas dos lábios de Cristo mas com apenas uma conotação generalizada e fora de qualquer contexto.
 
Mas não foi assim que o cristianismo se desenvolveu e avançou nestes mais de dois milênios, ao contrário, a fé cristã por não se associar ao discurso do século pagou sempre um altíssimo preço e a memória dos mártires é um dos principais combustíveis dessa fé que de maneira sobrenatural varou os séculos e cresce continuamente.
 
A TEC vem insistindo em descumprir o que a Comunhão decide e desde Lambeth 1998 e antes disso, que age por conta própria a despeito do consenso da maioria esmagadora da Comunhão. Nossa Igreja tem esse nome “Comunhão” e dele subtende-se que essa comunhão comungue, partilhe, concorde nos principais e essenciais pontos da fé cristã, ficando de fora as questões culturais e regionais. Os 39 artigos de religião já diziam que isso eras necessário e assim temos vividos todo este tempo como uma igreja internacional o anglicanismo não é, pelo menos ainda, uma federação de Igrejas que vivem independentes sem laços de comunhão profundos como a Igreja Anglicana.
 
A Igreja Anglicana-Diocese de Recife se apartou da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) por esse mesmo motivo que levou os primazes a suspender a TEC da Comunhão a saber, o liberalismo teológico e o alinhamento com a TEC. Como clérigo fui excomungado juntamente com outras dezenas de pastores pela liderança da IEAB e hoje isso me é reputado como virtude. Jamais concordaria e conseguiria viver dentro de uma igreja que adotasse a agenda liberal, o espírito do século e negasse na prática fazendo culto de lábios a documentos históricos como o Credo Apostólico. Quando recito esse credo, o faço crendo em cada palavra ali escrita ao contrário de muitos que recitam apenas pela sua historicidade.
 
Somos os Anglicanos ortodoxos no Brasil. Como Diocese fomos recebidos e reconhecidos como "Diocese Extra Provincial” conselho de primazes do GAFCON que reúne as principais províncias da Comunhão Anglicana e mais de 80% de sua membresia. Fui sagrado bispo da Igreja por 7 bispos de 3 continentes e 5 diferentes países todos Anglicanos e legitimamente sagrados. Essa Igreja vibrante se alinha ao sentimento da maioria dos primazes da Comunhão Anglicana e espera que durante esses três anos a TEC reveja seus caminhos e volte ao evangelho da verdade e ainda que Igrejas como a Igreja Anglicana do Canadá, IEAB (Brasil) e outras que tem planos de mudança canônica na liturgia e no conceito do casamento semelhante ao que fez a TEC, revejam seus caminhos e optem pela pureza da sã doutrina.
 
Que Deus faça cumprir em nosso meio a Sua Palavra
+Miguel Uchoa

  Recife-Brasil
Deixe seu comentário
Sem comentários cadastrados.

Parceiros

Paróquia Anglicana do Espírito Santo GAFCON ACNA Encristus | Encontro de Cristãos em Busca de Unidade e Santidade Igreja Anglicana Comunhão Igreja Anglicana no Brasil - Diocese de Recife